USF Alma Mater

SMZS pede correção de notícia da SIC sobre fecho na USF Alma Mater

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul enviou uma carta à Direção de Informação da SIC/SIC Notícias, pedindo que corrigisse uma notícia sobre o encerramento da USF Alma Mater.

 

Exmos. Senhores,

No “Primeiro Jornal” do passado dia 30 de março, a SIC noticiou o fecho da Unidade de Saúde Familiar (USF) Alma Mater, na Amadora, em razão de uma médica ter testado positivo para o “novo coronavírus”.

Afirmou-se, em tal peça noticiosa, que “tudo indica que a médica contraiu o vírus fora da Unidad”.

A médica em causa, associada deste Sindicato, foi mobilizada para prestar assistência no Atendimento Complementar (AC) do Centro de Saúde da Amadora, tendo aí trabalhado até ao dia 18 de março.

Em matéria de equipamento de proteção, apenas pôde dispor de uma máscara FFP2 – trazida pela própria médica – e de uma única bata descartável.

Não foi efetuada triagem de doentes respiratórios e não respiratórios, não sabendo os médicos os pacientes que iriam ver.

Todos os doentes permaneceram na mesma sala de espera.

A médica nossa associada viu doentes com critérios respiratórios, em particular um que referenciou para o hospital por ser altamente suspeito de ter COVID-19 e apresentar critérios clínicos de descompensação da doença.

Importa referir, por último, que a funcionária administrativa que trabalhou – sem qualquer equipamento de proteção individual – diretamente com a médica nossa associada testou, igualmente, positivo para SARS-CoV-2.

Em face do exposto – que a notícia da SIC omite – tudo indica, ao contrário do que foi divulgado, que a referida médica, bem como a mencionada funcionária administrativa tenham contraído o vírus no AC, no exercício das suas funções e por causa desse exercício, em resultado dos factos acima enunciados: ausência/insuficiência de equipamentos de proteção individual; falta de triagem e não separação dos doentes.

Em nome da verdade, da transparência e do rigor informativo – valores que a SIC sempre cultivou – solicita-se a correção da notícia difundida, estando o Sindicato dos Médicos da Zona Sul inteiramente disponível para prestar todos os esclarecimentos considerados necessários.

P'la Direção

O Presidente
Mário Jorge Neves

© 2018 Sindicato dos Médicos da Zona Sul