Hospital Curry Cabral

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS)/Federação Nacional dos Médicos (FNAM) reuniu, a 21 de outubro, com o Conselho de Administração (CA) do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central (CHULC).

O sindicato reafirmou as suas denúncias quanto à falta de médicos num dos maiores centros hospitalares do país, numa altura em que a prestação de cuidados de saúde está no limite das suas capacidades.

Gráfico

Vários membros do Governo têm repetido que há mais médicos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) do que no início da pandemia. Foi a ministra da Saúde, Marta Temido, que referiu que havia mais médicos em setembro deste ano do que no fim de 2019. Foi António Lacerda Sales, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, na conferência de imprensa de 12 de outubro, que anunciou mais 5.076 profissionais de saúde, entre os quais 180 médicos.

E foi agora o Primeiro-ministro, António Costa, em entrevista para a TVI, que repetiu que há mais médicos no SNS. Infelizmente, tal não é verdade.

Hospital Espírito Santo de Évora

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS) reuniu, no dia 16 de outubro, com a Direção Clínica do Hospital do Espírito Santo de Évora, tendo como tema a situação preocupante do Serviço de Urgência (SU) de Pediatria.

Licence to kill? The impact of hospital strikes

Foi anunciada, para o próximo dia 5 de novembro, uma sessão intitulada «Public Health Research Seminars», sob o título «License to kill? The impact of hospital strikes», organizada pelo Centro de Investigação em Saúde Pública (CISP) em colaboração com a Escola Nacional de Saúde Publica (ENSP).

© 2018 Sindicato dos Médicos da Zona Sul