Médico

SMZS questiona Governo sobre a suspensão do direito fundamental da participação dos sindicatos médicos na elaboração da legislação laboral

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS), por si e em defesa coletiva dos direitos e interesses, legalmente protegidos, dos trabalhadores médicos, seus associados, em especial dos abrangidos pelo Decreto-Lei n.º 10-A/2021, de 2 de fevereiro, solicitou ao Governo que informe e esclareça quais os fundamentos que permitem justificar a preterição do exercício do direito de participação, da parte das associações sindicais, na elaboração do diploma legal.

O referido decreto estabelece os mecanismos excecionais de gestão de profissionais de saúde para realização de atividade assistencial, no âmbito da pandemia da COVID-19.

Consulte aqui o ofício enviado pelo SMZS.

© 2018 Sindicato dos Médicos da Zona Sul