Reunião: Médicos sem especialidade, uma inevitabilidade?

Reunião: Médicos sem especialidade, uma inevitabilidade?

Em 2015, iniciou-se em Portugal a criação de médicos sem especialidade.

Médicos que ficam excluídos da formação especializada, das carreiras, sem tutoria e sem solução além da precariedade e da emigração. Um desperdício total do investimento realizado na formação destes profissionais. Um problema em crescendo, que coloca em causa o SNS, a qualidade da cuidados prestados e a saúde de todos os cidadãos.

Haverá solução para este problema? Será uma inevitabilidade ou existe ainda a possibilidade de reverter a situação? Que entidades devem ser responsabilizadas e como? De que modo devem ser esclarecidos os utentes sobre esta grave situação?

No próximo dia 25 de junho, 2.ª feira, às 18h30, no Auditório Sá Marques, na sede do Sindicato dos Médicos da Zona Sul (Av. Almirante Reis, n.º 113, 4.º piso, Porta 401 - Lisboa), Vem debater o futuro. Participa!

Participam na sessão: Afonso Moreira, Estevão Santos e João Proença.

© 2018 Sindicato dos Médicos da Zona Sul